terça-feira, 28 de abril de 2009

O que Scarface tem a ver com Cidadão Kane?


Esse dias tive a oportunidade de assistir a um dos melhores filmes policiais da história do cinema. Scarface com Al Pacino é a refilmagem de um filme homônimo de 1932 - Scarface, A vergonha de uma nação - de Howard Hawks. O filme conta a história fictícia de um refugiado cubano que é mandado para os EUA com outros 125 mil cubanos na década de 80, no episódio conhecido como Mariel Boatlift. Tony Montana, cuja personagem toma forma pela atuação de Al Pacino, começa de baixo como traficante de cocaína, mas tem uma ascenção imediata quando executa um serviço que tinha tudo para dar errado. Corajoso e audaz, consegue formar um império da droga eliminando os inimigos e apostando alto nas suas ações. O filme cresce de tal forma que já se consegue notar um fim trágico muito antes dele ser anunciado. Sua cena final é espetacular e famosíssima dentre os filmes Hollywoodianos.

Ps.: O filme também é bastante conhecido pela quantidade de 'fuck' dita, principalmente por Tony (veja no fim do post).

No mesmo dia em que assisti ao último, estava discutindo com um amigo meu sobre Cidadão Kane. Ele estava injuriado porque terminou o filme sem saber o que significava Rosebud (não vou contar aqui por seria um spoiler, e não encorajaria as pessoas a assistirem). Achei estranho, porque no final do filme descobre-se o sentido da palavra. E nem precisa prestar tanta atenção assim. Resolvi, então procurar no youtube e consegui encontrar a tal cena, enviando o link logo em seguida. Conclusão: no filme que ele baixou, não tinha a tal cena. Provavelmente cortada por um engraçadinho....rs

Cidadão Kane é baseado na história de William Randolph Hearst (1863 - 1951), um magnata da indústria de jornais norte-americana, e também na vida do próprio Orson Welles (diretor e protagonista). O filme traça a vida de Charles Foster Kane que, cheio de idealismos abre uma editora de jornal mas que com o passar do tempo fica cego pela busca do poder. É feito em flashbacks, onde um jovem jornalista pesquisa sua vida tentando desvendar um sentido para a última palavra dita por Kane pouco antes de morrer - 'Rosebud'.

O filme é considerado o melhor de todos os tempos pelo American Film Institute(AFI) e pelo British Film Institute(BFI)



Curiosidade: Uma coincidência que me ocorreu no dia seguinte é que na série animada Family Guy, que passa na FX, passou um episódio onde numa cena o cachorro Brian comenta que o Peter (pai da família) foi banido da locadora de vídeos da cidade porque gravava em cima dos filmes. E na cena subseqüente, aparece um casal que estava começando a assistir ao Citizen Kane, quando de repente a imagem do filme some e aparece o Peter contando o que é Rosebud, e explicando que agora eles não precisariam mais assitir ao filme todo porque já sabiam o que significava a palavra.

Voltando ao foco deste texto:
Pergunta interessante a do título para quem assistiu os dois filmes, não? Também acho. Inclusive meio improvável pensar sobre isso. Seria estranho dizer que quem assistiu Scarface (1983) assista a Cidadão Kane (1941) porque, além de serem dois filmes de gêneros distintos, eles estão a uma distância de mais de 40 anos de filmagem. Mas, como são dois clássicos do cinema, acho que a maioria dos amantes do cinema (e não precisa ser um cinéfilo cult pra isso) talvez já tenha tido o prazer e a sorte de compartilhar a pipoca com alguém, ou até mesmo sozinho, de frente para esse Al Pacino e aquele Orson Welles.

É incrível a nítida capacidade com que ambos os atores conseguem exprimir a ascensão e a queda de uma figura. Ambos mostram o desenvolvimento de uma insanidade causada pelo próprio trabalho e a busca pela hegêmonia. Apesar de Montana já se mostrar uma pessoa ímpar desde o início, ao se encaminhar para o desfecho, não mais reconhecemos aquele que aparece na primeira cena de Scarface. Com Kane é ainda pior. Sua espécie de demência chega dar agonia, porque não achamos possível que a fome por poder possa chegar àquele ponto.

O fato de ambas personagens serem tão intensas também fica bem evidenciada pelo "grande" amor da suas vidas. Tony Montana, por exemplo, na mesma noite em que conhece seu chefe, Frank (Robert Loggia), vai a uma boate acompanhado do seu melhor amigo, seu superior imediato, e a mulher do Chefe, Elvira (Michelle Pfeifer). Desde já ele desata a tentar convencê-la de largar Frank e ficar com ele. Obviamente um romance proibido que gera sérios conflitos durante a história.
No caso de Kane, sua segunda mulher, Susan Alexander, é um romance proibido no início pelo fato dele ser casado com outra mulher, a qual descobre de forma pouco agradável.
Em ambos os filmes, nenhum dos protagonistas consegue ser feliz no amor e suas mulheres de pouco talento e emocionalmente instáveis se encaminham para o vício de algum tipo de substância (cocaína no caso de Elvira e álcool no de Susan).

Algumas outras semelhanças estão no filme. Mas a última, e aquela que considero mais marcante, é que ambos terminam totalmente sozinhos e loucos em suas moradias, que mais se assemelham a imponentes palácios e/ou castelos. É em Cidadão Kane que temos a famosa Xanadu, descrita como a maior cidade privada do mundo, construída por Foster Kane e considerada o mais caro monumento que um homem construiu para sí próprio. O nome foi tirado de uma antiga cidade Mongol, conhecida por seu esplendor.

Indico fortemente esses filmes a quem interessar possa. E pra facilitar, descobri onde vai passar Scarface na TV. Mas, infelizmente Cidadão Kane não foi possível. Abaixo segue o horário de Scarface e um vídeo bem engraçado, editado com as várias cenas onde se diz a palavra "fuck", da qual eu tinha falado no início desse post.

Scarface na Telecine Cult - Qui, 28/05 às 02h45


2 comentários:

joynha disse...

Irmão vc virou um viciado em filme...Quem te ensinou isso? rsrsrsrs. Muito bom seu texto!

Gigante disse...

You wanna play rough ? Okay. Say hello to my little friend !!!
Essa fala realmente ficou marcada na historia do cinema.
O melhor filme de gangster de todos os tempos, sem duvida !

Quanto ao Cidadao Kane, eu tb achei que o final do meu filme foi cortado propositalmente, fiquei puto na hora por ter que aguentar 2 hrs de chatice e nao saber o que é rosebud !! hauhauahua