domingo, 25 de outubro de 2009

Você sabe o que é Post-Grunge ?


Acho que pelo nome já dá pra se ter uma idéia do que se trata. Mas vamos ao início da palavra, âmago da questão.

Segundo a wikipedia o Grunge é uma vertente do rock que tomou forma como um estilo musical independente no fim dos anos 1980, enquanto aquelas bandas de hard rock, glam metal, glitter rock, pom pom rock, e suas vertentes estouravam no cenário mainstream internacional. Basicamente, as principais bandas do estilo grunge se formaram em Seattle e outras cidades do noroeste do EUA, tendo como seus principais representantes bandas como Nirvana, Pearl Jam, Alice in Chains, Soundgarden, dentre outras. Tais bandas não tinham necessariamente um som parecido. Pra efeito de comparação, escute um álbum do Nirvana e depois um do Alice in Chains. Ou seja, a semelhança se encontra na região onde surgiram, na época e na diferença do que se tocava nas rádios daqueles anos.

Depois de uma historinha bem básica sobre o que veio a ser o grunge, acredito que posso falar com mais tranquilidade sobre o Post-Grunge (ou Pós-grunge , como preferirem).

O post-grunge surgiu logo após o declínio do grunge, declínio este iniciado após a morte do líder e vocalista do Nirvana, Kurt Cobain, em abril de 1994. Muitos afirmam que o post-grunge seria um grunge "comprado" pelas gravadoras e transformado em algo mais vendável. Daí o fato de fãs das bandas grunge criticarem tanto aquelas que surgiram após , ou durante o declínio do estilo. De certa forma, não deixa de ser verdade, porém não é uma regra geral, já que muitas bandas que surgiram no chamado pós-grunge não serem tã comerciais quanto outras.

É fácil notar que o post-grunge foi um estilo dominante do rock até poucos anos atrás. Caracterizado por som graves e pesados de guitarras, vocais roucos e rasgados, riff's simples e grudentos, tomou as paradas com bandas como Silverchair, Creed, Bush, 3 Doors Down, Hoobastank e por aí vai.

Abaixo seguem algumas das principais bandas de cada fase do Post-Grunge:


1993 - 1996


Do canto superior esquerdo para o inferior direito: Bush, Foo Fighters, Nickelback, Radiohead, Silverchair e Staind.

1996 - 2000


Do canto superior esquerdo para o inferior direito: 3 Doors Down, Creed, Hoobastank e Matchbox 20.

2000 - Dias Atuais


Do canto superior esquerdo para o inferior direito: Daughtry, Crossfade, Kings of Leon, Lifehouse, Puddle of Mudd e Three Days Grace.

Então, antes de você começar a reclamar dizendo que hoje em dia não existem mais bandas boas, dá uma escutada, que seja apenas uma música de cada uma dessas que citei neste post. E se você achar que são uma bando de bandas comerciais, lamento dizer, mas sua busca não terá mais fim. Se a banda é suficientemente boa, alguém vai comprar a idéia e produzir. Daí já sabemos o que acontece.

Segue o vídeo de uma banda fabulosa deste meio - Seether. Enjoy it!


sábado, 3 de outubro de 2009

Os 13 Álbuns que todos Nós Deveríamos ter escutado


Um dia desses me vi discutindo com um amigo sobre albúns muito bons que eu escutava há uns 6 a 8 anos atrás. Apesar de começar a me achar meio velho ao falar dessas bandas, percebi que a maioria ainda se encontram em atividade, poucas pararam e algumas terminaram e voltaram.
Tendo em vista essas lembranças da minha adolescência resolvi pensar em alguns dos cd's que eu mais escutava e fazer algum comentário sobre eles aqui.

Nine Lives - Aerosmith (1997)

Com certeza esse é um TOP 3 do Aerosmith. Na minha opinião é o melhor deles. Com destaque para "Nine Lives", "Falling in Love (Is hard on the Knees)", a fantástica balada "Hole in My Soul" e a melhor de todas "Ain't that a Bitch" - como toda melhor música de álbum de banda famosa, não teve seu merecido reconhecimento, talvez pelo xingamento no refrão. Não deixando de lembrar de "Pink", música feita em homenagem a filha de Steven, Liv Tyler e seu clipe a la "Black or White" do Michael Jackson. "Nine Lives" marca um segunda volta do Aerosmith ao mainstream e como uma das melhores bandas do mundo naquele momento.

Chocolate Starfish and the Hotdog Flavored Water - Limp Bizkit (2000)

Fred Durst, Wes Borland e companhia traziam o New Metal em sua melhor forma, com músicas pesadas e riffs de guitarra geniais. Com destaque para as faixas "My Generation", "My Way", "Rollin'", Take a Look Around" tema de Missão Impossível e a melhor com o melhor clipe de todos "Boiler". Recomendo o CD inteiro. Não é toda hora que uma banda lança um desses, bom do início ao fim.





Freak Show - Silverchair (1997)

Freak Show, juntamente com seu antecessor Frogstomp e seu predecessor, Neon Ballroom já são o suficiente para uma banda ser considerada uma bela compositora de melodias e sons pesados. Visivelmente a evolução dos caras se faz nítida nessa seqüência. Mas foi em Freak Show que eles despontaram no Brasil e no Mundo, então fica esse aqui no TOP álbuns.






Tragic Kingdom - No Doubt (1995)

Começou com "Don't Speak". Uma amiga da minha irmã, sabendo que eu gostava muito da música, resolvei me dar este de ani
versário. Confesso que isso faz mais de dez anos. Mas desde então virei fã, e está é uma das minhas bandas preferidas. Todas as faixas são boas. Cada uma de sua maneira. O álbum é
coerente do começo ao fim, logo ouça todo ele. Principalmente "Spiderwebs", "Just a Girl", "Excuse me Mr.", "Different People", End it on This" e "Tragic Kingdom". Com perfeita mistura de metais, baixo-batera, num rock andando de mãos dadas com o Ska. O No Doubt soube fazer isso perfeitamente, não deixando dúvidas do porquê de conseguirem lotar tantos ginásios pelos EUA e pelo mundo.

Californication - Red Hot Chilli Peppers (1999)

Com este o RHCP dava as caras novamente. Com um trabalho excepcional. Mais um álbum excelente de cabo a rabo. Neste caso não dá nem pra indicar quais músicas escutar com mais atenção. Mas como metade deste CD virou clipe, começando por Scar Tissue, o que posso dizer são aquelas menos conhecidas a até mais legais que as outras que já viraram clássico do rock, não por serem velhas, mas por estarem na boca de todo fã de rock. As que indico fortemente são "Parallel Universe", "Easily" e "Right on Time, está última com a linha de baixo mais bizarra de todas. Nesta o Flea abusa da sua técnica, e com muito bom gosto.

Só no Forevis - Raimundos (1999)

Que jogue a primeira pedra aquele que não escutava esse álbum dos Raimundos e conseguia ficar sério. Uma das melhores bandas de rock que já existiu nesse nosso Braziu. Top 5 facilmente. Sou suspeito pra falar de Raimundos, já que gosto de quase tudo que fizeram na carreira. Até que o Rodolfo resolveu rezar. Só no Forevis, Lapadas do Povo e Lavô Tá Novo merecem toda a atenção de um legítimo fã de rock brasileiro. Pra ficar a indicação, escutem "Fome do Cão", "Carrão de Dois", "Mato Véio" e "Deixa eu falar" com participação especial de Gustavo Black Alien (Ex- Planet Hemp) e Alexandre Carlo do Natiruts, que na época ainda era Nativus. Hoje contente-se com Nx Zero, Fresno e seus amigos.

What a Jagged Little Pill - Alanis Morissette (1995)

Arriscaria dizer que foi o meu primeiro CD, apesar de não ter tanta certeza disso. Nem sei bem porque minha mãe comprou pra mim na época. Acho que alguém indicou, dei a maior força e ela comprou. Obviamente ficou para mim. Na época acho que nem podia dizer que gostava de rock, porque nem sabia bem o que era. Não tinha amigos que curtiam o gênero, éramos crianças, escutávamos as músicas que nossas pais gostavam. Mas a mão do Deus do Rock guiou as da minha mãe, pra me ajudar a começar por esta canadense. Só anos depois fui descobrir que a música que tinha os arranjos que eu mais gostava haviam sido gravadas pelo Flea já citado anteriormente e o Dave Navarro que na época ainda tocada no Red Hot. Indico "You Oughta Know", "You Learn", "Forgiven", "Ironic" e "Not to the Doctor", além da faixa que ela canta à capela e está escondida no fim do CD. Não me acho digno em indicar músicas do Jagged Little Pill. Todas são excelentes e com letras que mostram raiva com muita poesia. Uma ótima pedida para aquelas garotas que tomaram um pé-na-bunda do namorado cruel e cafajeste.

Toxicity - System of a Down (2001)

Esse foi um dos mais recentes desta lista. Quando eu começava a flertar com coisas um pouco mais pesadas. Mas tudo que eles compunham era tensão seguida de descanso. Exatamente isto. Encabeçado por Daron Malakian e Sej Tankian, o SOAD sabia fazer rock pesado com refrões de pura melodia. Dando destaque para as vozes, que com o passar do anos acabou ficando mais nítida tal valorização. Mas não foi exatamente este CD deles que comecei a escutar. Foi um amigo meu que baixou várias músicas deles e fez um CD pra mim. Nesta época não era qualquer um que tinha gravador de CD's (rs). Destaques para "Deer Dance", "Prison Song", "Psycho", "Chop Suey" (que tocava na que-Deus-a-Tenha-Rádio-Cidade incessantemente), "Forest" e "Aerials" encerrando esta relíquia de 2001.

Enema of The State - Blink 182 (1999)

Cd antológico do punk rock brincalhão do Blink 182. Não vou indicar nenhuma música. Prenda a respiração e vai escutando. O CD é frenético, com músicas rápidas e as melhores levadas de Travis Baker, hoje reconhecidamente um dos melhores bateristas de rock do mundo. Letras engraçadas e clipes ainda mais hilários tirando um sarro de toda aquelas boys bands e lonely girls que apareciam com clipes na MTV. E ainda mais legal, Mark e Tom dividem os vocais do CD meio a meio... cada um canta uma música. Bem dinâmico...


S&M - Metallica (1999)

Cd Duplo e revolucionário de uma das melhores bandas de metal de todos os tempos. Symphony (Orquestra de São Francisco) & Metallica marcam o Metallica como a banda de "Trash" Metal mais em alta naquele momento. Com destaque para "The Ecstasy of Gold" de Ennio Morricone, "Call of Ktulu", "Master of Puppets", a inédita "No Leaf Clover", "Bleeding Me", "Nothing Else Matters", "One" e "Battery". Sem esquecer de todas as outras, clássicos do Metallica. Esse álbum também marca como sendo o último com o baixista Jason Newsted, e a posterior crise que se abateu sobre o a banda, culminando no lançamento de St. Anger.

Lado B Lado A - O Rappa (1999)

Ainda com Marcelo Yuka na banda, "Lado B Lado A" do Rappa foi considerado o melhor álbum nacional naquele ano, angariando vários prêmios. Com destaque para o videoclipe de "Minha Alma (a paz que eu não quero)" que levou vários prêmios no VMB daquele ano e "O que sobrou do Céu" que levou vários no ano seguinte. Destaque para "Tribunal de Rua", "Me Deixa", "Lado B Lado A" (que também foi da trilha sonora de "Tropa de Elite"), "Nó de Fumaça" e "A todas as comunidades do Engenho Novo". Vale à pena pela história da banda e pela qualidade e inventividade do som carregado de Reggae, Ragga e Rock.

Americana - The Offspring (1998)

Eu só conhecia uma música do The Offspring até dar de cara com "Pretty Fly (for a White Guy)" no Disk MTV daqueles idos anos. E, desde então, fiquei vidrado na banda. Na verdade, "All I Want" era até mais legal, com aquele clipe do cara deseperado correndo pra não sei aonde. Mas Americana tinha o conjunto com músicas como "The Kids aren't Alright", "Staring at the Sun", "Why don't you Get a Job" e "She's Got Issues". Foi na turnê desse álbum que a banda veio ao Brasil e em um alguns de seus shows espancaram bonecos das Boy Bands em voga, influenciando vários jovens a pararem de ouvir aqueles caras.

Nadando com Tubarões - Charlie Brown Jr (2000)

Talvez nem seja o melhor álbum da banda santista que mudou o cenário de rock no Brasil. Mas convenhamos que "Rubão, o dono do Mundo", "Não é sério" e "Tudo Mudar" só vieram pra confirmar quem mandava naquele momento. Este foi o terceiro álbum do CBJr. que já vinha fazendo sucesso absoluto nas TV's e nas rádios de todo o Brasil. Com seu pop rock/ skate punk, eles mostravam muita atitude, originalidade e técnica. Até hoje o Charlie Brown é reconhecido pelos seus ótimos instrumentistas. Uma pena terem sobrado apenas dois daquela formação. Mas de qualquer forma não deixa nada a desejar pro que temos agora.

domingo, 13 de setembro de 2009

100 Filmes em 200 segundos

Como hoje (quando comecei a escrever este post) é meu aniversário, devo estar inspirado, certo? Errado.... Não estou nem um pouco inspirado mas vou forçar a barra. O fim de semana foi mais ou menos, mas no meio desse marasmo (devia ter estudado), acabei por assitir um vídeo muito interessante que me fez lembrar de vários ótimos filmes, com personagens ainda mais interessantes, e com frases de impacto. E é sobre isso que resolvi escrever hoje. Primeiro vou deixar que assistam ao vídeo, e em seguida vou destrinchar sobre algumas das 100 frases mais legais do cinema passadas nos próximos 200 segundos. Comentem sobre os outros filmes que eu tiver passado batido.


Os filmes que considero mais legais e que passaram no vídeo acima, são:

  1. Bom dia, Vietnam! com Robin Willians
  2. Esqueceram de Mim com Maculay Culkin
  3. Napoleon Dynamite com Jon Heder
  4. Penetras Bons de Bico com Will Farrel
  5. Um Tira no Jardim de Infância com "Mr. Kimble"
  6. Um Maluco no Golf com Adam Sandler ("The price is wrong, bitch!")
  7. Ace Ventura com Jim Carrey
  8. Quanto Mais Idiota Melhor com Mike Myers
  9. Austin Powers com ele também
  10. De Volta Para o Futuro com Michael J. Fox
  11. Jurassic Park com um pessoal aí
  12. Star Wars com Darth Vader (o cara!) e o Han Solo ("May the force be with you")
  13. O Vingador do Futuro com o Governador da Califa
  14. O Senhor dos Anéis com o Smeagol ("My Precious!")
  15. O Mágico de Oz com Judy Garland ("I'll get you, my pretty")
  16. Aliens (1986) com Sigourney Weaver ("Get away from her, you bitch!")
  17. E.T. o Extraterrestre com o ET
  18. A Bruxa de Blair, com uns adolescentes aí
  19. Poltergeist com aquela garotinha loira
  20. O Iluminado (duas vezes) com o mestre Jack Nicholson
  21. Psicose com Anthony Perkins ("A boy's best friend is his mother.")
  22. Frankenstein com "It's Alive"
  23. O Sexto Sentido com I-see-dead-people boy
  24. O silêncio dos Inocentes com Anthony Hopkins
  25. Seven - Os Sete Crimes Capitais com Bradd Pitt ("What's in the box?") - Cena chocantes.
  26. Pânico com Neve Campbell ("Hello, Cindy")
  27. Onde os Fracos Não tem Vez com a cena da moeda no balcão
  28. A Primeira Noite de um Homem com Dustin Hoffman ("Mrs. Robinson, you're trying to seduce me")
  29. Dirty Dancing com Patrick Swayze
  30. Titanic com De Caprio ("I'm the king of the world!")
  31. Melhor Impossível com Jack Nicholson ("You make me want to be a better man")
  32. Os Bons Companheiros com Joe Pesci ("I'm funny how, I mean funny like I'm a clown, I amuse you?")
  33. Apollo 13 com Tom Hanks ("Houston, we have a problem")
  34. Sangue Negro com Daniel Day-Lewis ("I'll drink your milk shake")
  35. Questão de Honra, mais uma com Jack Nicholson ("You can't handle the truth")
  36. Cães de Aluguel do Quentin Tarantino ("Are you gonna bark all day, little doggy")
  37. Cidadão Kane (já citado em outro post) com a famosa frase "Rosebud"
  38. Forrest Gump com aquela frase da caixa de chocolates
  39. Rebeldia Indomável que também já citei num post sobre o Guns n' Roses (a primeira frase da música Civil War)
  40. Sindicato de Ladrões com Marlon Brando Jovem ("I could have been a contender")
  41. O Poderoso Chefão com Don Vito Corleone dizendo "I'm gonna make him an offer he can't refuse"
  42. Coração Valente com Mel Gibson ("Freedom!")
  43. Perfume de Mulher com Al Pacino
  44. Beleza Americana com Kevin Spacey que aparece logo em seguida em...
  45. Os Suspeitos com a frase genial "O maior truque do diabo foi convencer o mundo de que ele não existe."
  46. O Clube da Luta com Brad Pitt e Edward Norton
  47. 300 de Esparta com Gerard Butler ("This is Sparta!")
  48. Scarface com Al Pacino ("Say hello to my little friend") - Há um post sobre esse também
  49. Exterminador do Futuro 1 e 2 com Arnold dizendo "Hasta la vista, baby" e "I'll be back"
  50. Pulp Fiction - Tempo de Violência com John Travolta (não saquei a frase)
  51. Impacto Súbito com Clint Eastwood dizendo "Go ahead, make my day"
  52. Matrix com Neo
  53. Duro de Matar com Bruce Willis
  54. O Gladiador com Russel Crow
  55. James Bond onde aparece o Sean Connery falando aquela clássica e imortal
  56. Batman mais uma vez com frase de Jack Nicholson
  57. Rocky, o Lutador fechando com o titio Silvester Stallone
Obviamente não coloquei todas as frases, mas acho que só de colocar mais da metade está de bom tamanho. Algumas frases não entendi, outros filmes não conhecia, e há ainda aqueles que conhecia mas não achei interessante comentar. Críticas e elogios serão bem vindos. Afinal, é sempre bom falar de filme.



sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Da Islândia, Sigur Rós

Já há algum tempo que a imprensa musical tradicional se rendera unicamente ao dinheiro e deixara de lado a possibilidade de se ganhar a vida fazendo um trabalho digno e de qualidade. Há excessões. Porém, como dito, são apenas excessões. O Brasil, como qualquer outro país de terceiro mundo, oferece possibilidades ainda menores para que os bons artistas alcancem a luz do sol e o merecido reconhecimento.

Fezlimente, graças ao surgimento de outras mídias, como a Internet, com todos os seus blogs e trackers de torrent, nós, brasileiros, temos conseguido acesso a álbuns antes inacessíveis àqueles que não têm a oportunidade de, mais do que viajar ao exterior, vivenciar culturas estrangeiras.

É nesse cenário, com o apoio das novas mídias, que uma banda de sonoridade rica e diferente chega aos nossos ouvidos. São os islandeses do Sigur Rós, formado em 1994 por três musicos:
  • Jón Birgisson - vocais e guitarras
  • Georg Hólm - baixo
  • Ágúst Gunnarsson - bateria
Após a saída do baterista Ágúst Gunnarsson (que seguiu sua carreira de designer gráfico), a sua substituição por Órri Páll e a admissão de um novo membro, o tecladista Kjartan Sveinsson, a banda se estabilizou e prosseguiu na sua brilhante carreira que já conta com 5 excelentes álbuns de estúdio.



O som da banda revela a sua origem no mundo do pop e do rock, porém traz muitas coisas novas, como a constante participação de um quarteto de cordas e o uso de instrumentos não típicos nesse mundo, principalmente o uso dos metais e da percussão melódica (marimba, celesta, glockenspiel e outros metalofones). Junto a esses instrumentos, somam-se o constante experimentalismo, levado com o coração, não intelectualóide, e o forte apelo emocional que a a vida e as paisagens da Islândia perceptivelmente exercem sobre os membros do grupo.



Belas paisagens sonoras e sons... digamos... oníricos (quanta sinestesia!) dão o tom à obra prima do Sigur Rós: Takk..., álbum lançado em 2005, com 11 músicas e impossível de não se amar. Aos curiosos, com o espírito vivo e a mente aberta, fica a sugestão de mais um excelente disco e o belo e inocente clipe de Hoppípolla, a terceira faixa do Takk...


sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Aqui Jaz Les Paul


O guitarrista Lester William Polsfuss, conhecido como Les Paul, morreu ontem, 13 de agosto, aos 94 anos de idade no hospital White Plains, em Nova York, nos Estados Unidos, após ter complicações de uma severa pneumonia - doença com a qual lutava há um bom tempo.

Pela Gibson, ele lançou as guitarras que levam seu nome e são preferências de músicos como Pete Townshend (The Who), Jimmy Page (Led Zeppelin) e Slash.

Com Mary Ford, sua ex-esposa, Les Paul gravou inúmeros sucessos como "Tennessee Waltz", "Mocking Bird", "How High The Moon", "The World Is Waiting For The Sunrise", "Bye Bye Blues", "Vaya con Dios" e "I'm Sitting On The Top Of The World".

Paul foi responsável por muitas inovações na tecnologia musical, como o muititrack recording e o tape delay, mas a mais famosas de todas, que carrega o seu nome, foi o modelo de guitarra Les Paul, introduzido pela Gibson em 1952 e se tornou um dos mais cultuados por músicos de todos os estilos, principalmente Rock And Roll, Hard Rock e Metal.
Depoimento de alguns guitarristas:

"Les Paul foi uma pessoa singular. Devemos a ele o crédito por muitas invenções que moldaram o som do Rock And Roll, ele foi o patrono da música moderna. Esta é uma perda imensa para a comunidade musical e para o mundo. Me sinto honrado por tê-lo conhecido" - B.B. King.

"O Les Paul criou padrões para musicalidade e inovação que permanecem insuperados. Ele foi o guitar hero original e uma das almas mais gentis que já conheci. No ultimo mês de outubro me juntei a ele no palco do Iridium Club (Nova York), e ainda detonava. Ele foi e continua sendo uma inpiração para todos nós" - Joe Satriani.

"Les Paul foi um brilhante exemplo de o quanto completa uma vida pode ser; ele era muito vibrante e cheio de energia positiva" - Slash.

[Fontes:Radio Crew e Cifra Club]

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Um nome a ser reconhecido

Vamos falar de filme?

Depois de um bom tempo sem falar nada sobre filmes, me despertou a vontade de escrever sobre um ator que acho excepcional porém, muitas vezes, não tem o reconhecimento que merece. Talvez por não ser um daqueles bonitões que vivem mostrando o físico por aí, ou por fazer pápeis tão diversos, que não cria uma marca ou um padrão de personagens. Ou seja, um dos atores mais versáteis do cinema internacional.

Seu nome é Woodrow Tracy Harrelson, mais popularmente conhecido como Woody Harrelson (23/07/1961). E com certeza você já viu inúmeros filmes com ele. Vê se lembra desses:

Da esquerda pra direita temos Assassinos por Natureza, EDtv e o Povo Contra Larry Flynt.
Esses são apenas 3 dos filmes em que vemos Woody Harrelson com uma atuação impecável.

Em Assassinos por Natureza (1994) Mickey Knox (Harrelson) e Mallory Knox (Julliete Lewis) formam um casal de apaixonados e loucos por violência. Em 3 semanas eles matam algumas dezenas de pessoas, apenas pelo desejo de matar, mas sempre deixam alguém vivo para contar a história. Até que a imprensa sensacionalista, através do repórter Wayne Gale (Robert Downey Jr.), resolve transformar essa série de assassinatos em tema de um de seus programas. Dirigido por Oliver Stone e baseado em uma história de Quentin Tarantino, o filme é uma sátira à imprensa americana que se aproveita da violência excessiva para conquistar milhões de telespectadores.

Já em 1996 em O Povo contra Larry Flynt, Harrelson interpreta Larry Flynt para contar a história da sua vida e o surgimento da revista masculina Hustler. Mas para que a mesma existisse até hoje, Flynt teve que lutar contra tudo e contra todos num EUA dos anos 70, inclusive um atentado que o deixou paraplégico e viciado em morfina. Neste, Harrelson foi indicado ao Oscar de melhor ator e ao Globo de Ouro como Melhor Ator em Drama. Não podendo esquecer de Courtney Love (víuva de Kurt Cobain desde 1994) como sua apaixonada esposa, que teve ótima atuação nesta película, também sendo indicada ao Globo de Ouro.

Na comédia EDtv (1999) dirigida por Ron Howard, Woody faz Ray, um personagem coadjuvante, irmão de Ed Pekurny (Matthew McConaughey), o qual é chamado a participar de um Reality Show onde sua vida seria totalmente exposta (twenty-four-seven, como os americanos dizem). Logo no terceiro dia de filmagens, Ed sendo seguido pelo câmera, revela sem qualquer intenção que seu irmão (Ray) está traindo a namorada. Em seguida, tentando consertar a situação, vai até a namorada do irmão para tentar resolver a situação. A mesma começa a xingar Ray pela câmera fiel de Ed (detalhe: ao vivo e em rede nacional), e acaba dizendo que ele não era bom de cama mesmo. No meio da confusão de desentendimento, Ed acaba por se declarar para a cunhada Shari, beijando-a por fim. A partir deste momento, o programa passa a ser sucesso nacional. Obviamente, em detrimento da amizade dos dois irmãos. Um filme bem divertido no estilo mamão-com-açúcar, com um desenrolar bem engraçado e ao mesmo tempo dramático. Mostrando, também, a fixação do povo americano pela vida dos outros (isso não me é estranho).

Os filmes mais recentes e de sucesso em que Woody Harrelson participou foram O Homem Duplo (2006), Onde os Fracos não têm Vez (2007) e Sete Vidas (2008).

Nos três títulos, Harrelson contracena com artistas de peso.

No primeiro está novamente com Robert Downey Jr., além de Winona Ryder e Keanu Reeves. Vale muito à pena a degustação, principalmente pelo elenco e os efeitos especiais bem inovadores.


Onde os Fracos não têm vez foi bastante criticado pelo grande público justamente por ter ganho Oscars (existe esse plural?) importantes como Melhor Filme e Melhor Diretor, além de Ator Coadjuvante (bem merecido para Javier Bardem) e Roteiro Adaptado. Por ter ganho todos esses prêmios, esperava-se algo ao estilo emocional de Crash ou talvez da ação de Os Infiltrados, algo que decepcionou um pouco esse grupo de espectadores.



Em Sete Vidas (filme o qual citei nesse post antigo), Woody Harrelson faz Ezra Turner, um atendente cego de telemarketing que é posto à prova por Tim Thomas (Will Smith), que o insulta à espera de uma reação negativa. Para felicidade do própio Tim, Ezra se mostra acima de suas expectativas. O porquê disso seria um spoiler. Para descobrir (caso ainda não tenha assistido ao filme), vale à pena assistir.


Esses foram apenas uns poucos filmes deste excelente ator de Hollywood, que está sempre nas telonas acompanhado das principais estrelas do cinema. Assista a esses filmes e fique de olho nas próximas postagens. Cinema é tudo de bom!

segunda-feira, 27 de julho de 2009

O artista deve ir aonde o povo está?

Fazendo um apanhado geral do fim de semana percebi que hoje, pelo menos no Brasil, só dá pra descobrir música boa e nova através de indicações. E que estas não sejam feitas pela mídia dominadora que existe na TV e nos rádios. Vou explicar como cheguei a tal conclusão.

Fui chamado por um amigo para, no sábado, ajudá-lo nos testes que ele faria pra formar uma banda que tocaria num evento da escola onde ele leciona artes. Era simples: os candidatos deveriam tocar 3 músicas dentre as escolhidas pelos alunos da escola. Músicas essas selecionadas através de uma votação feita em todas as turmas da 5ª ao 3º ano do ensino médio. Em tal lista encontrávamos artistas como NX Zero, Pitty, ForFun, Scracho dentre outros. E algumas ovelhas negras solitários como Barão Vermelho e Legião Urbana.

Não vou questionar a qualidade das bandas citadas. Porém, no dia do teste, nenhum dos candidatos estava satisfeito com as escolhas feitas pelos alunos, já que eles mesmos não haviam votado em nenhuma daquelas músicas. Finalmente pude vislumbrar algo que eu já sabia, só não possuia provas: quem toca algum instrumento, mesmo que por diversão, não está nem um pouco satisfeito com o que as grandes redes e formadoras de opinião tem cuspido para o povo consumir.

A questão aqui é se "o artista tem que ir aonde o povo está" ? Ou melhor, o artista tem que oferecer o que o povo quer? O povo realmente sabe o que quer? Ou simplesmente acha legal o que o Faustão, Gugu e companhia divulgam em seus programas dominicais?

Acredito que muitos artistas têm perdido a personalidade que possuiam no início da carreira apenas para se manterem na superfície desta massa embolada e sufocada que chamamos música brasileira. E alguns vão dizer que o artista evolui e muda seu som. É verdade, isso acontece. Mas não é só porque o artista mudou um pouco o estilo de suas composições quer dizer que houve uma evolução. Na maioria das vezes eu vejo mudar para pior. Simplificam o conteúdo das letras, harmonias e melodias apenas para ficar mais agradável aos ouvidos do grande público.

Não vou me aprofundar neste assunto por aqui, ou esse post ficaria grande demais e cheio de opinões pessoais demais. Abaixo seguem vídeos comparando o antes e o depois de dois artistas que rondam por aí em certa decadência musical. Provavelmente proposital, pois não duvido do talento desses. Duvido só do gosto musical de quem ainda os escuta.

NX Zero (Antes) - Apenas Um Olhar



NX Zero (Hoje) - Cedo Ou Tarde



Pitty (Antes) - Semana que Vem



Pitty (Hoje) - Me Adora




quinta-feira, 16 de julho de 2009

Clipes Bizarros de Rock

Faz tempo que fiz uma lista dos clipes de rock que acho mais bizarros. Obviamente nem todos vão concordar comigo, porque aí também esbarramos numa questão de gosto. Mas fiz uma seleção bem interessante. Todos são da década de 90 e início de 2000. Aceito sugestões a posteriori.

Postei 12 clipes, com um artista reincidente. Não consegui tirar nenhum deles, ainda mais porque quis fazer uma escala do menos bizarro pro mais bizarro (parte mais difícil). Mas que fiquei claro, tentei colocar aqueles sem exageros. Porque bizarro e exagerado é fácil fazer. Segue então:

12º Lugar: 'The Garden' - Guns n' Roses

Este clipe entra na lista de bizarros por seu clima noir e por termos nos backing vocals Shannon Hoon (falecido da banda Blind Melon) e Alice Cooper (que dispensa apresentações). Vemos cenas distorcidas da Los Angeles violenta do início dos anos 90, com destaque pra prostituição. Os integrantes aparecem sempre sozinho e introspectivos em cenas em preto e branco.



11º Lugar: 'Freak' - Silverchair

Este, por motivos óbvios, entra aqui. Uma mulher bem velha e acabada que usa o suor dos caras pra se rejuvenescer. Uma metáfora pros que acreditam que os empresários das bandas de moleques ganham muito dinheiro às custas do suor das mesmas.



10º Lugar: 'A Little Piece of Heaven' - Avenged Sevenfold

É um que não podia faltar. Pra retratar fielmente a idéia da letra, a banda optou por usar de animação. A história é simples: o marido, querendo manter pra sempre a aparência jovem de sua mulher, resolve matá-la. Só que ele não contava com algumas forças do além. Pra quem não entende inglês, o clipe reproduz praticamente todas os versos.



9º lugar: 'The Kill' - 30 Seconds to Mars

Pra quem viu 'O Iluminado' de Stanley Kubrick, este clipe faz todo o sentido. Pra quem não assistiu, indico e em seguida voltar aqui pra assistir esse clipe. Entrou na lista por essa razão.



8º Lugar: 'Paranoid Android' - Radiohead

Outro vídeo em animação. Este contém uma coleção de bizarrices: um peixe com mamas, um anjo de helicóptero, sereias com peitos de fora, e por aí vai. Um clássico do Radiohead, e do rock dos anos 90.



7º Lugar: 'Black Hole Sun' - Soundgarden

A fotografia deste clipe é exemplar. Além da expressão facial do Chris Cornell no início do vídeo, as expressões das personagens são ainda mais bizarras (usando alguns recursos de distorção). Vemos, por exemplo, vários sorrisos de orelha a orelha (literalmente), uma velha observando um halterofilista fazendo flexões, e outras bizarrices. (Abrindo um parenteses pra boneca sendo queimada na churrasqueire.... isso lembra a minha infância. Só que no meu caso, fizemos um lança-chamas com spray mata baratas.) Mas a feição de felicidade das pessoas muda quando Chris canta 'Black Hole Sun won't you come'... que, metaforicamente seriam os problemas de cada um vir à tona, não serem mascarados.



6º Lugar: 'Vermilion' - Slipknot

Não adianta. A banda mais bizarra e conhecida de hoje é o Slipknot. Este clipe é a parte 1 de Vermilion. A parte 2 é a mais conhecida e que tocava nas rádios. É meio monótona, mas também não deixa de ser bizarra. Utilizar a técnica de stopmotion na medida certa, contribuiu para o efeito perturbador que este vídeo transmite. As máscaras que a protagonista e a banda usam, completam o horror.



5º Lugar: 'Do The Evolution' - Pearl Jam

Nada mais justo que este vídeo. Dispensa apresentações, já que foi transmitido exaustivamente à epoca pela MTV. Todo feito em animações por Todd McFarlane, criador de Spawn, mostra uma visão apocalíptica do que seria a evolução da raça humana. Assim como o do Avenged Sevenfold, a letra está toda traduzida nas cenas.



4º Lugar: '2 + 2 = 5' - Radiohead

Mais um clipe do Radiohead e em animação. Num mundo onde as vacas são explorados pelos porcos, qual o significado? Neste caso, o ser-humano faria os dois pápeis, tanto o dos porcos (capitalistas) quanto das vacas. Muito bem bolado, utilizando apenas 3 cores (preto, branco e vermelho), e conseguindo passar toda a mensagem.



3º Lugar: 'Sweet Dreams' - Marilyn Manson

Nesta versão de 'Sweet Dreams' dos Eurythmics, Manson aparece de forma bizarra vestido de bailarina, noiva, seminu e até de caubói negro.
Infelizmente a incorporação foi desativada, então abaixo segue o link direto para este vídeo no youtube: Sweet Dreams by Marilyn Manson

2º Lugar: 'Sugar' - System of a Down

Uma porrada do SOAD. Uma das preferidas dos fãs. Durante os versos, uma levada de bateria meio jazz e walking bass marcando. Chegando no refrão com uma explosão sonora bem característica do System. O clipe em si já é bizarro, mas a introdução... O repórter começa falando sobre ataque terrorista, Sérvia e Kosovo, e em seguida, após falar do cão que ganhou um prêmio anual, começa a se alterar com uma voz também bizarra falando de como as pessoas são manipuladas e por aí vai... até ser cortado do ar.



1º Lugar: 'Heart-Shaped Box' - Nirvana

Pra fechar o pacote: Nirvana. Esse clipe é de uma música que Kurt fez quando ganhou de presente de Courtney Love uma Caixa em Forma de Coração. Tempos depois, a própria Courtney lhe pediu pra tocar esta música com sua banda Hole. Kurt praticamente mandou-a pro inferno. Este clipe fica em primeiro porque consegu aliar cores fortes, fotografia e metáforas perturbadoras. Algumas imagens que aparecem no clipe e chamam a atenção pra qualquer-que-seja-a-mensagem-que-tentaram-passar são: Jesus colhendo rosas em forma de coração com um chapéu de Papai Noel na cabeça e depois subindo na própria cruz, uma criança vestida com a roupa da Klu-Klux-Klan, uma gorda com músculos à mostra e asas, dentre outras. Foi censurado e proibido em alguns países. Vale muito à pena assistir.



Pensei em colocar Beutiful People do Marilyn Manson, que provavelmente é o mais bizarro dos clipes. Mas, além de não ter conseguido incorporá-lo ao blog, acredito que Sweet Dreams represente bem Mr. Manson, sem os exageros que estão em Beautiful People.
Outra forte indicação é a versão de Thoughtless do Korn em que o protagonista é caçoado o tempo todo na escola. Também não consegui postá-lo aqui.
Segue o link: Thoughtless by Korn

Saudações....

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Consequências da Lei Seca

Após pouco mais de um ano da Lei Seca, alguns acidentes curiosos foram relatados, e tantos outros foram fotografados. Chegou-se à conclusão de que os maridos tendo bebido umas doses à mais, estão passando o volante para suas adoráveis esposas. Infelizmente, algumas delas ainda não se sentem à vontade em dirigir, ou não têm qualquer intimidade com o volante.

Alguns deputados estavam sugerindo uma revogação da Lei, por considerarem os maridos, ainda que ébrios, motoristas mais cautelosos que suas amadas. Um dos deputados, cujo nome não citarei, colheu as seguintes fotos para usar a favor do seu discurso.

Atenção! Mulheres, vocês dirigem bem. Mas quem colheu as fotos não fui eu. Só as recebi....



quinta-feira, 9 de julho de 2009

A Melhor Propaganda do Mundo

Ontem comi alguma coisa que não me fez bem. Não sei ao certo o quem foi. Se foi o repolho, o ovo, o bacon, a cerveja ou simplesmente o programa da Hebe do outro dia e seus efeitos retardados. Comentei isso com um amigo e no mesmo dia mais tarde ele me mandou esse vídeo que segue abaixo. Então, se você tem problemas como esse, já sabe o que não fazer até melhorar.


video

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Ser Gato não é tão fácil

Mudando um pouco o foco do blog, resolvi postar um vídeo sobre a dura vida de um gato numa casa cheia de cãezinhos bem simpáticos. Recebi esse vídeo há uns dias atrás e o que acontece nele me fez repensar sobre a expressão 'Vida de Cão'. Acho que podíamos mudar pra vida de Gato. Se liga só...

video

quarta-feira, 10 de junho de 2009

The Reign of Kindo

Caramba, dessa vez sumi de verdade. É que estive degustando novos artistas que me foram apresentados por outrem. O lado bom das pessoas saberem que você é viciado em música é que as novidades simplesmente chegam a você. Nem precisa procurar.
E hoje vou falar sobre uma dessas chegadas.

A banda se chama The Reign of Kindo. Com ajuda do MySpace da banda (e só dele) consegui uma definição do que é o som que eles executam.

Toma essa então: Indie + Jazz + Progressivo.

Resultado: Uma das melhores sonoridades que escutei nos últimos tempos.

Sem exageros. Não conheço ninguém com bom gosto musical (aprovado por mim, obviamente), que tenha escutado esta banda e não tenha gostado MUITO!
Tá bom, vou parar com isso. O som que eles fazem é de alta qualidade, com o piano se destacando em todas as músicas, mas sem roubar a cena. As letras são bem visuais, criando cenários ou histórias de reflexão. Os vocais são muito bem trabalhados, apesar de eu não poder lhes precisar se ao vivo há mais de uma voz. Mas ajuda muito na atmosfera viajante à qual as canções nos remetem. Juntando tudo isso às várias modulações das quais eles se valem, ainda conseguem soar uma espécie de POP não trivial.

Você vai me dizer que nunca ouviu falar. Eu também não, até semanas atrás. Quem me apresentou foi o guitarrista da banda na qual eu toco. Outro motivo para que eles não sejam conhecidos é o fato de terem se formado, de certa forma, recentemente. No fim de 2006, com integrantes remanescentes da banda This Day and Age em Buffalo, Nova York. Tendo lançado apenas uma EP em 2007 com seis músicas, uma delas sendo uma versão de 'Do You Realize' do Flaming Lips; e o álbum Rythm, Chord & Memory no final de 2008 com 12 faixas (sendo uma instrumenal homônima ao álbum).

Me parece que o que falta para o TRoK aparecer é uma grande gravadora pra divulgar esse último disco, aproveitando que a qualidade da produção está impecável e que a banda já tem nível e maturidade suficiente para tocar em qualquer lugar. Espero que em breve ouça falar mais e quem sabe os clipes apareçam, já que hoje nem precisa de muito pra isso.

Página Oficial e MySpace do The Reign of Kindo pra escutar as músicas e conhecer mais o trabalho.

O vídeo que se segue é de uma apresentção ao Vivo dos caras - Great Blue Sea





domingo, 31 de maio de 2009

O vídeo que fiquei devendo

Na última postagem fiquei devendo o vídeo da música nova do Incubus.
Mas a espera vai valer. Acabei colocando logo com legenda em português, pra quem gosta de saber o que está escutando. Em breve novos posts, diferentes assuntos...

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Incubus na área de novo

Hoje quero falar bem rápido. O lance é falar novidade sobre uma das melhores bandas do cenário mundial atual. Ano passado, inclusive, fui num show deles aqui no Rio. Memorável por sinal.

Estou um pouco atrasado em falar sobre o lançamento do novo clipe do Incubus aqui, que está no ar a nada menos que 3 semanas no canal dos caras no Youtube, o IncubusTv. Infelizmente não está disponível para incorporação. Então é só clicar no aqui pra chegar lá.

O Álbum novo, Monuments and Melodies estará disponível para venda a partir do dia 16 de Junho. E há uma pré-venda do CD através do site deles. Quem for comprá-lo, receberá o CD (ou o LP, um pouco mais caro) em casa no dia do lançamento. Não antes (talvez depois, se você mora no Brasil e pede 2 dia antes, por exemplo). E recebe também um código com acesso para um vasto material da banda, incluindo gravações, fotos e vídeos. Tudo raro e/ou que não foi lançado em momento algum.

Pelo que sei, é um CD duplo com versões raras de músicas já lançadas em outros álbuns e algumas inéditas, como Black Heart Inertia. A turnê americana já tem shows marcados começando dia 9 de julho em San Diego, CA passando por Nevada, Utah, Colorado, Missouri, Illinois, Indiana, Ohio, Michigan, Toronto (Canadá), Massachusets, Connecticut, New York, New Jersey, Pennsylvania, Washington D.C., Virginia, North Carolina, Georgia, Florida, Texas, Arizona e voltando para a California, em San Francisco no dia 28 de Agosto para mais um show. Serão nada menos que 33 shows, 22 estados (mais o Candá) em 51 dias. Ainda não sei o que rola depois desse dia. Quem sabe comece uma turnê internacional. Acho difícil, porque costuma-se ficar mais tempo dentro do próprio país pra divulgar o novo trabalho.

O Incubus com certeza mereceria um ou dois posts só pra falar da banda. Mas esse trabalho vai ter que ficar pra depois. E como o clipe novo não vai poder ser postado aqui, vou colocar uma versão muito boa de uma música antiga deles, a qual eu deixei ecoando pelo ar no post sobre desastres do início deste século (Dá uma olhada aqui). Isso mesmo... quando deixei no ar a expressão "A Certain Shade of Green". Se você for dar uma olhada na letra e no post ao qual me refiro, vai entender melhor. Então saboreie um pouco a canção.

A Certain Shade of Green (Acústico) - Incubus



segunda-feira, 11 de maio de 2009

Não só uma carinha de anjo

Há algumas semanas atrás, tive o prazer de conhecer uma nova personagem do youtube. Estava procurando alguma versão de All My Loving dos Beatles, porque nossa banda estava para tocar numa festinha de anos 60. E numa dessas procuras, eu vejo a figura de uma loirinha linda com um ukelele na mão, com cara de "seqüela". No seu vídeo ela aparece em cenas revezadas: numa hora ela está tocando e cantando, em outra está estalando os dedos e fazendo a segunda voz e numa outra ela aparece mostrando uns desenhos e cartas enviadas a ela por fãs do prórpio youtube.

Julia Nunes é seu nome, ela tem 20 anos, nasceu em Fairport, Nova Iorque. Seus vídeos de música têm uma média de 400 mil visualizações pra cima. Digo os de música, porque tem alguns que são dela conversando com os usuários do youtube, sobre diversas coisas. Porém o vídeo de sua música original, Baloons, têm mais de um milhão de visitas, e Into The Sunshine com mais de 1,7 milhão delas. Accidentaly in Love dos Counting Crows tem quase um milhão também; talvez a cover mais vista que ela gravou. Nesta última ela ainda se utiliza da escaleta e do som percussivo de uma caixa de lenços de papel e duas colheres de pau.

Além das acabei de citar, existem outras ótimas gravações. Mas a que mais me chamou a atenção e me encorajou a escrever esse post foi Gone do Ben Folds. Confesso que não conhecia a canção, apenas o artista. Mas como a música é ótima e a edição das vozes ficou perfeita, fiquei fã dela. Por causa deste vídeo e do sucesso conquistado, ela acabou por ser chamada para fazer uma participação especial no show do cara. Ele ao piano e ela de pé na frente do palco com seu ukelele. Findando a música, e ela se sentindo aliviada por ter passado por aquela prova de fogo, Ben lhe pede para tocar aquela que ela gravou um vídeo do Weezer. Era Keep Fishin'. No improviso ela toca e Ben vai pra bateria, e fica tudo muito legal, afinal.

Aqui vai a versão que ela gravou no seu quarto dessa música do Ben que eu falei:



Recomendo fortemente, os vídeos dela ao vivo com Ben Folds, "It's the End oh the World as We know It" do REM, "That Green Gentleman" do PATD (Panic At The Disco), "Survivor" das Destiny Child, "Baby, Now That I've Found You" do The Foundations e quase todos, porque, por ela ser tão espontânea, são agradáveis de se assistir.

Se quiser saber mais sobre a Julia Nunes, visite o MySpace dela ou vá na página sobre ela na Wikipédia. Lá tem bastante coisa, inclusive sobre apresentações e participações dela.


quinta-feira, 7 de maio de 2009

Tempo Instável

Pessoas, hoje o post será um pouco diferente do que tem sido. Um amigo meu me mandou um texto dele hoje e como gostei bastante resolvi transcrevê-lo aqui. É uma crônica sobre uma mente atormentada. Não fica claro se ele está assim por causa do tempo, das nuvens e tempestades, ou se é sempre assim. Se num momento parece ser rico, em outro dorme numa cama desconfortável junto a uma parede fina. Ora diz que desde os 20 pensa dessa forma, ora ama a vida e sempre amará. Quer dar fim à sua, mas acredita que amanhã estará melhor. Um texto com bons paradoxos e algumas imagens interessantes. Espero que curtam.

Tempo Instável

Sobre o lago paira um ar morno, cinza e amedrontado, parece que vai chover. Vou até a praia que fica perto de minha hospedaria. Há uma espécie de chuva que é alegre, que refresca, a de hoje não é assim. O tempo todo a umidade desse ar parado sobe e desce, formando pesadas nuvens que caem. Dúvida e mau humor pairam no céu.

E eu, que havia imaginado essa noite tão mais bela: jantar e pernoitar na taberna dos pescadores, um passeio na praia, um banho no lago ou até talvez nadar à luz do luar. Em lugar disso um céu escuro, desconfiado, jorra nervoso suas trombas-d’água caprichosas, e eu, não menos nervoso, vou me esgueirando pela paisagem descomposta. Talvez ontem à noite eu tenha bebido vinho demais ou tido algum pesadelo. Só Deus sabe o que há, só sei que meu humor foi para o inferno, que o ar está morno e pesado, meus pensamentos obscuros e o mundo opaco.

Hoje à noite pedirei para fritarem uns peixes e os comerei, bebendo bastante vinho tinto da região, assim faremos o mundo brilhar novamente e achararemos a vida mais suportável. Para não mais ver e ouvir essa chuva morna, acenderemos a o fogo na lareira da taberna, fumarei um longo charuto Brissago e olharei meu copo de vinho contra as chamas fazendo-o brilhar como sangue, certamente faremos isso e então a noite há de passar, conseguirei dormir e amanhã será tudo diferente.

Os pingos da chuva caem sobre a água da praia, um vento frio e úmido agita as árvores molhadas que reluzem como peixes mortos. O diabo entornara o caldo, nada mais está certo e afinado, nada mais alegra e aquece, tudo parece vazio e triste, estragado, os tons desafinados e as cores falsas.

Bem sei por que tudo está assim. Não é por causa do vinho que eu bebi ontem, nem da cama incômoda em que dormi, nem por causa do tempo chuvoso. Foram os diabos que passaram por aqui e desafinaram corda por corda em meu ser. O medo esteve novamente presente, esse medo dos sonhos de criança, de contos de fada e de desventuras de garoto de escola. Esse medo de estar cercado pelo imutável, essa melancolia, esse nojo. Como é insípido esse mundo! E como é horrível amanhã ter que levantar novamente, comer e viver! Afinal, para que se vive? Por que somos tão idiotamente bondosos? Por que não jazemos a muito no lago? Contra isso não há remédio algum. É impossível ser artista e vagabundo, e ao mesmo tempo um burguês honesto e são. Você quer a embriaguez, então suporte a ressaca! Você procura o brilho do sol e abençoadas fantasias, terá que aceitar a sujeira e o nojo! Isso tudo está dentro de você: ouro e sujeira, vontade e dor, riso de criança e medo da morte. Diga SIM a tudo, não fuja de nada, não se iluda com mentiras. Você não é nenhum grego, nenhum burguês equilibrado e dono de si, você é um pássaro na tempestade. Deixe que caia a tempestade, deixe-se levar! Quanto você já não mentiu, milhares de vezes representou esclarecido em seus livros e equilibrado, o feliz e esclarecido em seus livros e poesias! Era assim que lutavam os heróis no ataque enquanto os experientes tremiam! Meu Deus, que pobre macaco é o homem, que parceiro, principalmente o artista, o poeta e principalmente eu!

Farei com que fritem para mim uns peixes e o Nostrano beberei num copo grosso, meu longo charuto sorverei cuspindo no fogo da lareira, e pensarei em minha mãe tentando espremer do meu medo e da minha tristeza alguma gota adocicada. Depois numa cama desconfortável, deitado junto a uma parede fina, ouvirei o vento e a chuva, lutarei contra as batidas de meu coração desejando a morte, mas temendo-a e chamando a Deus, até que tudo passe, até que a dúvida se canse, até que algo como consolo e sono acenem em mim. Era assim quando eu tinha vinte anos, e assim é até hoje e assim será até que chegue o fim. Minha vida bela de vez em quando terei que pagar com esses dias, eles retornarão sempre, esses dias e essas noites, o medo, o nojo e o desespero, mas apesar de tudo continuarei vivendo e amando a vida.

Quão sórdidas e falsas são essas nuvens sobre as montanhas! Como é falso e metálico o reflexo da luz sobre o lago! Como é idiota e sem sentido tudo o que me vem à mente!

Lery


sábado, 2 de maio de 2009

Que década Bizarra!

Vocês já perceberam como o início deste século no qual nos encontramos está no mínimo assustador? Sério!
Se essa gripe suína virar um pandemia (epidemia a nível mundial), como as que citarei em seguida, não faltarão muitos acontecimentos para que a primeira década dos anos 2000 seja bem peculiar.

Antes de listar os fatos que comprovam que o que estou dizendo é bem verdade, vou só relembrar algumas pandemias, ou quase-pandemias, que o mundo vivenciou no século passado.

1- Gripe Espanhola - Entre 1918 e 1920 infectou 20% da humanidade e matou mais de 50 milhões de pessoas. Só no Brasil foram 300 mil mortos.

2- Gripe Asiática - Em 1957 matou 4 milhões de pessoas.

3- Pandemia de Hong Kong - Em 1968 matou um milhão de pessoas.

Muitas pessoas acreditam que o mundo vá acabar em 2012. Duvido muito que os brasileiros gostem muito dessa idéia. O ideal era que o mundo tivesse seu fim só após 2014, pra dar tempo de assistirmos a Copa do Mundo.

Mas dizem que o mundo só vai até 2012, mais exatamente no dia 21 de Dezembro, porque os Maias previram esse acontecimento. Na verdade, diziam apenas que o mundo da forma como o conhecemos deixaria de existir; seria o fim do atual ciclo. E seria sinalizado por tons de verde no céu (A Certain Shade of Green). O medo geral é pelo fato de que os maias tinham cálculos muito exatos. Mas quem se interessar pelo assunto, pergunta pro Oráculo. O foco aqui é outro.

Pra deixar mais claro este tópico, e amedrontar aqueles que acreditam nas profecias, aqui vão alguns dos principais acontecimentos dos últimos anos que mostram um pouco do caos que temos vivido.

2001
20 de Janeiro - George W. Bush toma posse como presidente dos EUA.
11 de Setembro - Atentados ao Worl Trade Center, e no Pentágono (neste há controvérsias - leia até o fim)



2002
22 de Maio - Nasce Maísa, a apresentadora mirim (menina-dos-olhos do CQC e do Silvio Santos)

2003
1º de Fevereiro - A nave Columbia explode matando seus sete tripulantes. No momento da explosão, a nave viajava a 20.000 km/h. Dezoito vezes a velocidade do som.
19 de Março - EUA iniciam guerra contra Saddam Hussein

2004
6 de Fevereiro - Explosão do metrô de Moscou
11 de Março - Atentado Terrorista em Madri
26 de Dezembro - Um terremoto no oceano Índico, seguido de Tsunamis, provoca a destruição nos países do Sudeste Asiático. Estimou-se o número de mortos em 398.000 pessoas.

2005
2 de Abril - Morte do Papa João Paulo II
7 de Julho - Atentados terroristas atingem Londres um dia após sua escolha como sede das Olimpíadas
29 de Agosto - O Furacão Katrina destrói os diques de proteção e afunda a cidade de Nova Orleans nos EUA, causando mortes e destruição também nos estados da Flórida, Mississippi e Louisiana.

2006
31 de Janeiro - Caricaturas publicadas em jornal dinamarquês sobre Maomé (o profeta) desencadeia violência por parte de extremistas islâmicos
29 de Março - Marcos Pontes, astronauta brasileiro, torna-se o primeiro nativo da Língua Portuguesa a ir para o espaço
29 de Setembro - Desastre aéreo do vôo Gol 1907 com 154 pessoas a bordo, ao norte de Mato Grosso. Não houve sobreviventes.
1º de Novembro - Colapso no sitema aéreo brasileiro
1º de Dezembro - Tufão Durian deixa cerca de mil mortos ao passar pelas Filipinas
30 de Dezembro - Saddam Hussein é executado na forca

2007
1º de Janeiro - Acidente na Indonésia, com Boeing 737, mata 102 pessoas entre passageiros e tripulantes
17 a 23 de Janeiro - Chuvas torrenciais na província de Luanda, Angola provocam pelo menos 82 mortes e dão início a uma epidemia de cólera e malária
2 de Abril - Tsunami atinge Ilhas Salomão, deixando mortos e desabrigados
16 de Abril - Ocorre o Massacre de Virgínia Tech, com morte de 33 pessoas (inclusive o assassino) e 21 pessoas feridas.
12 de Julho - Tem início a pior temporada de chuvas no sul da Ásia em 30 anos
17 de Julho - Desastre do Vôo TAM 3054 em São Paulo, deixando 199 mortos e 13 feridos. Conhecido como o pior acidente aéreo da história da América Latina.
15 de Agosto - Terremoto atinge o sul do Peru, matando mais de 500 pessoas, deixando mais de 1000 feridos e milhares de desabrigados.
7 de Novembro - Estudante armado provoca oito mortos e onze feridos em colégio na Finlândia
16 de Novembro - Mais de 3.110 pessoas morreram após a passagem do ciclone Sidr na costa de Bangladesh

2008
19 de Fevereiro - Fidel Castro renuncia à presidência e o comando das forças armadas em Cuba
29 de Março - É assassinada a menina Isabela Nardoni em São Paulo, jogada do sexto andar de um edifício.
2 de Maio - O ciclone Nargis atinge Mianmar, antiga Birmânia, deixando 102 mil mortos e quase 3 milhões de desabrigados.
12 de Maio - Sismo em Sichuan, República Popular da China, faz pelo menos 80 mil vítimas mortais.
19 de Julho - Morre Dercy Gonçalves aos 101 anos de idade
20 de Agosto - Um avião com 172 pessoas sai da pista e se incendeia no aeroporto de Barajas em Madri na Espanha. 153 pessoas morreram.
2 de Outubro - Irrompe a pior crise financeira mundial desde 1929
21 de Novembro - Inicia-se uma temporada de chuvas em Santa Catarina, provocando mais de 100 mortes

2009
8 de Janeiro - 34 pessoas morrem e 64 ficam feridas após o pior terremoto na Costa Rica dos últimos 150 anos
7 de Fevereiro - Pior onda de calor da história da Autrália causa uma série de incêndios florestais
11 de Março - Ex-aluno invade escola e mata 17 pessoas na cidade alemã de Winnenden, o atirador morreu no hospital.
19 de Março - O pscicopata austríaco Josef Fritzl é condenado a prisão perpétua por manter por 24 anos a filha refém em um porão e ter 4 filhos com ela, matando um deles.
6 de Abril - Terremoto de 6,7 graus na escala Richter, atingiu a região central da Itália, matando mais de 290 pessoas e provocando mais de 70 mil desalojamentos
25 de Abril - Alastramento da gripe suína provocando a morte de mais de 170 pessoas e contaminando mais de 2.600 no mundo.

Terremoto na Itália

Se você conseguiu chegar ao final do texto sem pular nenhum acontecimento, não vai me dizer que essa década está doida?! Isso porque ela ainda nem acabou, ein. Mas falta pouco. Evitei colocar alguns desastres e acontecimentos também importantes, mas que tornariam um pouco mais cansativo o texto. Caso o assunto interesse, é só pesquisar digitando o ano de interesse nos sites de busca. Vá lá e aproveite.

Como sempre coloco um vídeo no final, desta vez não será diferente. Como eu disse lá no meio, o lance do avião no Pentágono é algo muito estranho e mal explicado. Então aqui segue um vídeo com a tal da Teoria dessa Conspiração que lhes digo.