segunda-feira, 11 de maio de 2009

Não só uma carinha de anjo

Há algumas semanas atrás, tive o prazer de conhecer uma nova personagem do youtube. Estava procurando alguma versão de All My Loving dos Beatles, porque nossa banda estava para tocar numa festinha de anos 60. E numa dessas procuras, eu vejo a figura de uma loirinha linda com um ukelele na mão, com cara de "seqüela". No seu vídeo ela aparece em cenas revezadas: numa hora ela está tocando e cantando, em outra está estalando os dedos e fazendo a segunda voz e numa outra ela aparece mostrando uns desenhos e cartas enviadas a ela por fãs do prórpio youtube.

Julia Nunes é seu nome, ela tem 20 anos, nasceu em Fairport, Nova Iorque. Seus vídeos de música têm uma média de 400 mil visualizações pra cima. Digo os de música, porque tem alguns que são dela conversando com os usuários do youtube, sobre diversas coisas. Porém o vídeo de sua música original, Baloons, têm mais de um milhão de visitas, e Into The Sunshine com mais de 1,7 milhão delas. Accidentaly in Love dos Counting Crows tem quase um milhão também; talvez a cover mais vista que ela gravou. Nesta última ela ainda se utiliza da escaleta e do som percussivo de uma caixa de lenços de papel e duas colheres de pau.

Além das acabei de citar, existem outras ótimas gravações. Mas a que mais me chamou a atenção e me encorajou a escrever esse post foi Gone do Ben Folds. Confesso que não conhecia a canção, apenas o artista. Mas como a música é ótima e a edição das vozes ficou perfeita, fiquei fã dela. Por causa deste vídeo e do sucesso conquistado, ela acabou por ser chamada para fazer uma participação especial no show do cara. Ele ao piano e ela de pé na frente do palco com seu ukelele. Findando a música, e ela se sentindo aliviada por ter passado por aquela prova de fogo, Ben lhe pede para tocar aquela que ela gravou um vídeo do Weezer. Era Keep Fishin'. No improviso ela toca e Ben vai pra bateria, e fica tudo muito legal, afinal.

Aqui vai a versão que ela gravou no seu quarto dessa música do Ben que eu falei:



Recomendo fortemente, os vídeos dela ao vivo com Ben Folds, "It's the End oh the World as We know It" do REM, "That Green Gentleman" do PATD (Panic At The Disco), "Survivor" das Destiny Child, "Baby, Now That I've Found You" do The Foundations e quase todos, porque, por ela ser tão espontânea, são agradáveis de se assistir.

Se quiser saber mais sobre a Julia Nunes, visite o MySpace dela ou vá na página sobre ela na Wikipédia. Lá tem bastante coisa, inclusive sobre apresentações e participações dela.


3 comentários:

Luciana Vila Real Mendes disse...

Amor platônico à vista?
Ela manda bem sim.. =)

Judas, o Carioca disse...

Haha.. pior que eu tava lá em Nova Iorque. Se soubesse da existência dela antes eu procurava...rs

oandarilho01 disse...

Aee.. belo achado, Judas..
Se eu fosse a Malu Magalhães me atiraria da janela "Do sétimo andar".. hehe

Simpatia e talento ela tem.. mas só o tempo dirá se o tino artístico vai casar com o gosto popular..